epifania,  evolução,  terra

a seleção natural é espiritualista

Essa semana estava assistindo Modern Family e ouvi a seguinte frase: “É difícil ser um homem branco hoje em dia”. Uma frase que realmente define o momento em que vivemos, que alguns estão chamando de Revolta do Homem Branco. Quem me conhece, sabe que sou uma pessoa bem política, mas a percepção que tive desta frase não foi só política, também foi espiritualista.

De fato tem ocorrido uma não aceitação do homem branco, enquanto classe, aos movimentos de luta das minorias historicamente oprimidas pela classe dominante. Opressão essa que surge através de uma hierarquia imaginária, onde supostamente existiria uma característica humana superior a outra, criando assim a ideologia que o homem branco é superior a outras classes.

Entendendo que o nosso processo evolutivo se dá pela seleção natural, não dos mais fortes e sim dos mais adaptáveis, é possível tirar algumas conclusões ao se analisar a conjuntura em que vivemos. Afinal, é sabido pelos espiritualistas, que estamos numa fase de ascensão do nosso planeta Terra, e para que essa evolução planetária aconteça é necessário que o ser humano abdique de algumas crenças arcaicas como a supremacia de um ser perante o outro.

Estamos em um trânsito astrológico de Netuno em Peixes, em que se acredita estar acontecendo um despertar coletivo, o que demonstra que as nossas visões de mundo se transformarão. Olha o quão isso é magnífico! Então o que quero dizer é que cada vez mais precisaremos estar mais conectados com o outro, porque a empatia é essencial pra se conhecer a unicidade.

Somos todos Ohm, e nesse processo vai ser necessário deixar algumas pessoas para trás, pois esse planeta está se transformando um lugar onde o retorno tem um propósito maior, a própria Terra. Afinal já passou da hora desse lugar de imensurável beleza e poder transformador ser habitado por seres que compreendem o quão importante ele é.

A todos os seres que voltam por e para esse lugar, gratidão por existirem ♥

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *